terça-feira, 14 de maio de 2013

A melhor final da história do American Idol



A 12º temporada do American Idol foi, ao mesmo tempo, a melhor e pior temporada da história do programa. Ao mesmo tempo em que tivemos a bancada de jurados mais desconexos e sem química e as piores audiências, tivemos também as melhores candidatas da história do programa, e a final mais justa.

A formação do TOP 20 foi bastante controversa. Ficou bem claro para quem assiste o programa a muitos anos que os produtores orientaram os jurados a selecionar as mulheres mais fortes e os homens mais fracos. Nenhum garotinho branco bonitinho com uma guitarra entrou no TOP 20, arquétipo dos candidatos que têm levado o título de American Idol nos últimos 5 anos. Visivelmente os produtores estavam forçando a barra para quebrar o jejum e termos pela primeira vez em 5 anos (desde Jordin Sparks em 2008!) uma cantora vencendo a competição.

Ofuscadas pelas brigas excessivamente exploradas entre Mariah Carey e Nicki Minaj, conhecemos no TOP 10 o grupo de meninas de mais alto nível de toda a história do Idol (talvez na 3° temporada de Jennifer Hudson e Fantasia tenhamos chegado perto de tal qualidade, mas mesmo assim sem tanta variedade). E a prova disso é que todos os candidatos masculinos foram sendo eliminados um a um até restarem as 5 pérolas. Não que os candidatos masculinos fossem muito ruins (com exceção do Lázaro Arbos que é ruim mesmo), mas as meninas eram tão boas que mesmo grandes talentos como Devin VelezBurnell Taylor acabavam ofuscados.

Angie Miller, Candice Glover, Janelle Arthur, Kree Harrison e Amber Holcomb formaram um time brilhante e variado. E cada partida foi triste de assistir.

Primeiro vimos Janelle Arthur partir. Sempre muito alegre, e fofa, com sua voz doce e sotaque country, ela veio contra a "onda de gritaria" que reina nos realities musicais. Apesar de ter problemas leves de afinação, seu timbre é delicioso.

Depois vimos Amber Holcomb dar adeus ao programa. Chamada de jovem Whitney Houston, a voz da menina era de dar arrepios. Passeava pelas notas mais altas sem o menor esforço e com total naturalidade. Com estilo jazzy, Amber teve dificuldade em se mostrar atual, e se saía relativamente mal quando cantava músicas pop. Mas quem se importa? Ela se saía brilhantemente bem sempre que cantava músicas de verdade.

E a dor de ver Angie Miller partir foi ainda maior. Ela era tida como favorita desde o começo da competição. Com estilo rock/pop, totalmente contemporâneo, Angie possui um estilo singular quando canta ao piano. E tem um diferencial ainda maior: é compositora. Suas performances são sempre cheias de personalidade e emoção pois ela consegue expressar as letras das canções como nenhum outro candidato.

E chegamos à final, que será exibida nesta quinta-feira, entre Candice Glover e Kree Harrison.

De um lado, Candice Glover. À alguns meses atrás nunca tinha estudado música nem performado diante de muitas pessoas. Hoje, já tem tudo para se tornar uma grande diva do soul. E seu diferencial é que, apesar de ter um vozerão absurdo, ela tem total controle dele, e consegue ir dos sons mais suaves aos mais fortes, fazendo uso de melismas e vibratos de arrepiar. E a técnica vocal sempre vem como complemento à emoção e naturalidade que coloca em cada palavra que canta. Randy Jackson afirmou que Candice é responsável pelas duas melhores performances da história do Idol, e Mariah Carey chora totas as vezes que ela canta.

Do outro lado, Kree Harrison, que chegou quietinha, cantando músicas country, e do meio para o fim do programa foi despontando como favorita. Aos poucos foi mostrando sua veia blues, e que não queria se tornar mais uma cantora country genérica. Com um rosto de modelo, Kree possui uma voz suave e, ao mesmo tempo, um alcance fenomenal. Apesar de pouca presença de palco, Kree em geral consegue focar suas performances na emoção. Keith Urban desde o começo disse que ela era sua favorita.

Com esse time feminino estelar o American Idol 12 se consagrou para mim como a temporada com os melhores candidatos. Uma pena que, com a queda de audiência e com a mídia focando nas desavenças das juradas, as candidatas acabaram não recebendo a devida atenção. Espero de coração que eu possa ouvir mais músicas de todas elas depois do programa.

Abaixo, algumas das melhores performances dessa temporada.

Candice Glover





Kree Harrison





 
Angie Miller





Amber Holcomb





Janelle Arthur


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...